Outono teve chuvas acima da média no Sudeste

Durante o outono de 2004, massas de ar frio provocaram queda de temperatura em grande partedo centro-sul do País e as mais intensas até causaram o fenômeno friagem no sul da região amazônica.De acordo com o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em Cachoeira Paulista (SP) as chuvas ficaram acima da média em grande parte da Região Sudeste, em Mato Grosso do Sul, no norte do Paraná e no leste do Rio Grande do Sul.No norte do Nordeste, onde o período mais chuvoso ocorre nos meses do outono, as chuvas ficaram abaixo da médiaclimatológica. Historicamente, no outono, as variações mais significativas de temperatura ocorrem nas Regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e no setor sul da Região Norte. Segundo o Cptec, o outono de 2004 teve temperaturas próximas à média histórica. O destaque foi o mês de maio, quandomassas de ar frio provocaram quedas mais acentuadas de temperatura no centro-sul do País, principalmente durante a Segunda quinzena do mês. O Cptec ressalta que foram as temperaturas máximas que apresentaram os maiores declínios no setor sul e oeste do País,estendendo-se até o sul da Região Norte. A média das temperaturas mínimas de 2004 apresentou o mesmo comportamento de 2003. Já a média das máximas tevevalores inferiores na Região Sul, em parte do Sudeste, em Mato Grosso do Sul, Rondônia e Acre.Na primeira quinzena de junho, houve redução das chuvas em praticamente todo o Brasil. Apenas no leste da Região Nordeste, as chuvas excederam à média do período em mais que 60%. Quanto às temperaturas, manteve-se o comportamento em relação ao que foi observado em maio, com a entrada de duasmassas de ar frio e declínio de temperatura em localidades da Região Sul. Em São José dos Ausentes (RS) a temperaturamínima declinou de 13 graus, no dia 11, para 1 grau, no dia 12. Em São Joaquim (SC) a temperatura mínima chegou a 4 grausnegativos, no dia 13, com ocorrência de neve.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.