Outro americano detido em Porto Alegre por gesto obsceno

O executivo norte-americano Anthony (Tony) Adams ficou detido por seis horas no posto da Polícia Federal do Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, por fazer um gesto obsceno (dedo médio para cima na hora da fotografia), no momento de sua identificação obrigatória, após desembarcar na capital gaúcha, hoje ao meio-dia. Ele estava no vôo 8721, da Varig, proveniente de Amsterdã, mas embarcou na escala em São Paulo.Conforme o delegado da Polícia Federal no aeroporto, Alexandre Sbarrola, Adams, que não quis falar com a imprensa, teve sua atitude enquadrada num Termo Circunstanciado (delito de menor potencial ofensivo) e vai se apresentar à Justiça Federal na quarta-feira, dia 2 de junho: "Ficou claro que a ele fez o gesto obsceno mas, como pediu desculpas e se comprometeu a prestar depoimento na Justiça, foi liberado sem precisar ficar detido aqui em Porto Alegre, para onde veio a trabalho".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.