Outro início de confronto entre guardas e camelôs no Rio

Guardas municipais e camelôs tiveram mais um princípio de confronto no centro do Rio, nesta quinta-feira à tarde. Durante uma operação, cerca de 30 agentes da Guarda foram cercadose viraram alvo de pedradas e morteiros, em um reduto de ambulantes, o Camelódromo.Comerciantes da área chegaram a fechar as portas. Um homem foi detido, acusado de agredir agentes.Policiais militares de dois batalhões da região central chegaram pouco depois das 18horas, para evitar o conflito. As brigas entre camelôs e guardas municipais se tornaram constantes no Rio nos últimos meses.Armados apenas de cassetetes, os agentes enfrentam pedras portuguesas, morteirose até bombas de fabricação caseira dos ambulantes, que já se tornaram inimigos.Apenas quando chegam policiais militares armados, os tumultos são controlados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.