Ouvidoria já recebeu mais de cem denúncias

A Ouvidoria Geral do Município de São Paulo recebeu 103 denúncias até às 15 horas desta terça-feira, em seu primeira dia de funcionamento. Foram 100 denúncias por telefone, e três pessoas foram até a sede da Ouvidoria para apresentar suas queixas. O objetivo do novo órgão é receber, apurar e solucionar as reclamações da população que envolvam a administração pública municipal. O ouvidor, Benedito Domingues Mariano, acredita que a maioria dos casos estará ligada à qualidade dos serviços, corrupção, extorsão e superfaturamento de obras.O ouvidor afirma que para fazer uma denúncia é necessário possuir fatos concretos sobre a possível irregularidade. Denúncias menos graves, como qualidade de serviços, poderão ser resolvidas em 15 dias. "Porém, as mais graves, como casos de corrupção e crimes em geral, não terão um prazo preestabelecido de finalização", disse ele."Assim que a pessoa se identificar ela receberá um número de protocolo e sempre que quiser pode ligar para se informar sobre as investigações de seu caso", afirmou ele. Mariano ressaltou que os nomes de todos os denunciados serão mantidos em sigilo.Atualmente a Ouvidoria está funcionando apenas com cinco atendentes, que se revezam. As denúncias podem ser feitas das 9 às 17 horas pelo telefone 0800-175717. Já o atendimento na sede do órgão, que fica na Rua Dona Maria Paula, 270, Bela Vista, está sendo feito das 9 às 16 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.