Paciente de Marília pode ser 1ª vítima de dengue deste ano no estado de SP

Ainda não está confirmado se morte de mulher de 34 anos foi causada pela doença

Maíra Teixeira, da Central de Notícias,

17 de março de 2010 | 20h28

A Prefeitura de Marília, no interior de São Paulo, investiga se a causa da morte de uma mulher de 34 anos, nesta quarta-feira,17, foi decorrente de dengue.

 

Exame do Instituto Adolfo Lutz detectou que a paciente tinha a doença, entretanto, ainda não foi confirmada se ela seria a causa da morte da paciente. Se realmente a dengue causou a morte, a mulher será a primeira vítima de dengue no estado, neste ano.

 

O resultado do exame para a doença foi divulgado na terça-feira pelo Adolfo Lutz. O sangue para exame foi coletado na sexta-feira e a doença foi detectada pelo método NS1.

 

De acordo com levantamento da Vigilância Epidemiológica de Marília, a paciente, que morava no bairro Alto Cafezal, na região central, procurou o atendimento no Pronto Atendimento (PA), da zona norte da cidade. Ela tinha sintomas, como febre, mialgia, dor de cabeça e no fundo dos olhos.

 

Até terça-feira, 16, Marília tinha registrado 199 casos da doença, em 2010. As regiões com maior incidência de dengue na cidade são as zonas norte e oeste.

 

Tudo o que sabemos sobre:
MaríliaSPdenguevítima

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.