Padre assaltado terá de explicar origem de dólares

A Polícia Civil de Salto de Pirapora, na região de Sorocaba, procura um homem e uma mulher acusados de terem assaltado o padre Francisco Castelhano, na noite de sexta-feira. Os ladrões invadiram a casa dele e, depois de agredi-lo, fugiram com jóias, celulares e US$ 33 mil. Se forem presos, o padre terá de explicar à Polícia Federal a origem do dinheiro, que não foi declarado. Para os policiais civis, o padre informou ter recebido os dólares de uma madrinha que reside na Suíça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.