Padre é flagrado no bafômetro

Um padre da região de Ribeirão Preto, que preferiu não se identificar, foi flagrado no teste do bafômetro, em São Paulo, na sexta-feira, após tomar meio cálice de vinho na missa que acabara de celebrar. Só não foi autuado, não teve a habilitação apreendida e não foi preso porque um PM o reconheceu. Para evitar outro transtorno, o padre já pensa em trocar o vinho por um suco de uva ou dar a bebida a um ministro da eucaristia. Na segunda-feira, em Franca, um ex-seminarista de 30 anos foi detido em flagrante, dirigindo embriagado - guiava em ziguezague e cantava em latim. Ele pagou fiança de R$ 1,2 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.