Padre Marcelo deve rezar missa em novo santuário

Em menos de um mês, o padre Marcelo Rossi espera estar lotando novamente o Santuário do Terço Bizantino para suas celebrações. A primeira missa a ser rezada no novo endereço do religioso - o prédio de uma indústria de autopeças desativada na Avenida Nações Unidas, 22.069 - está marcada para o dia 8, Domingo de Ramos, data que marca o início da Semana Santa. A reforma será iniciada esta semana. A última missa no antigo Santuário ocorreu em 10 de dezembro. Por causa do término do contrato de aluguel e de reclamações dos vizinhos, o padre teve o cuidado de procurar o novo prédio acompanhado por técnicos da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e do Departamento de Controle do Uso de Imóveis (Contru). O galpão, alugado por no mínimo dois anos, tem 6.900 metros quadrados e é cercado por indústrias. A área total do terreno é de 9.482 metros quadrados. A lotação máxima do novo santuário, muito maior que o anterior, ainda não foi determinada.Rossi pretende ter salas de recreação infantil e instalar 5 mil cadeiras para uso preferencial de idosos, doentes e grávidas. Planeja, ainda, a instalação de um restaurante popular, com refeições a R$ 1,00, em parceria com o governo do Estado. Mesmo com um lugar garantido para suas celebrações, o padre ainda não abandonou o sonho de construir seu templo. "Não posso dizer que estou mais perto de conseguir. Depende de Deus, mas eu confio nele", disse. Animado com a volta ao altar, Rossi comentou a onda funk - "O problema não está na música, mas na malícia que põem na letra" - e o perigo do fundamentalismo demonstrado pela destruição das imagens de Buda no Afeganistão por ordem do Taleban. As rebeliões em presídios e na Febem também inspiraram o padre, para quem o que falta nesses estabelecimentos é religião. No período em que esteve afastado das celebrações, Rossi fez visitas a hospitais e presídios. Ele pretende continuar a fazê-lo e motivar os voluntários ligados ao santuário a manter o trabalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.