Padre se envolve com menina de 16 anos em SP

O bispo de Franca, na região de Ribeirão Preto, dom Diógenes Silva Matthes, disse que o padre Heriberto dos Santos, de 43 anos, que atuava na Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio, na pacata e vizinha Patrocínio Paulista, de cerca de 13 mil habitantes, teve relações sexuais com uma adolescente de 16 anos, que está no quinto mês de gravidez. O bispo declarou que ficou profundamente triste e decepcionado, mas que a Igreja não vai se envolver no caso. Os advogados do padre e da família da adolescente cuidam do caso e, após o nascimento do bebê, um exame de DNA será feito para se comprovar a paternidade."Foi um erro drástico e imaturo do padre. A Igreja o perdoa e acolhe o seu desejo de continuar na vida religiosa, mas os detalhes particulares não sabemos", disse o chanceler do bispado francano, o padre Márcio Otávio, responsável pela comunicação da Diocese local. Segundo ele, o padre Heriberto pediu, em prantos, para continuar na atividade religiosa. O caso tornou-se público hoje, mas dom Diógenes soube de tudo no início de março. A família da adolescente e até os advogados envolvidos no caso não tiveram seus nomes divulgados pela Igreja Católica. "Eles acharam inconveniente divulgar o fato", explicou o padre Otávio.Dom Diógenes, de 70 anos, comentou, em entrevista coletiva para anunciar o novo bispo franciscano da cidade, o frei Caetano Ferrari, de 60 anos, que será seu auxiliar e o substituirá quando se aposentar, aos 75 anos, que a família da adolescente, que morava em Franca, é religiosa e mudou-se de cidade para preservar sua dignidade. Ele não informou para onde a família foi, e disse que seu último contato com o padre Heriberto ocorreu em 13 de março.Segundo o bispo de Franca, o padre Heriberto tem a intenção de continuar na atividade religiosa, mas não sabe de seu paradeiro desde o último contato. O padre Márcio Otávio informou que Heriberto está afastado pela Igreja desde o início de março, para se recompor e pensar onde atuaria. A informação de que o padre estaria atuando em Santa Catarina não foi confirmada pelos religiosos.Padre Otávio informou que o colega Heriberto teria sido informado da gravidez em janeiro, sendo que ele estava em Patrocínio Paulista havia três meses. Antes, porém, atuava na Paróquia Santana, em Franca, cidade em que a adolescente morava. "Se o exame de DNA, que foi acordado entre os advogados, confirmar que ele é o pai, o padre Heriberto assumirá todas as responsabilidades." Em Franca, no passado, dois padres largaram a batina e constituíram famílias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.