Pagodeiro atropela criança de cinco anos

Ele estava com o licenciamento do carro e com o IPVA vencidos e havia levado multas que, somadas, ultrapassavam R$ 7 mil, segundo a polícia. Essa era a situação em que estava o percussionista do grupo de pagode Os Travessos, Adeílson Alberto Pereira, de 22 anos, o Chorão, quando atropelou no domingo uma criança de 5 anos na zona leste de São Paulo.O menino Igor Ferreira foi levado pelo pagodeiro ao hospital da Vila Alpina, onde foi medicado ? ele já teve alta. O caso foi registrado no 58º Distrito Policial pelo delegado Diogo Zamut Junior como lesão corporal culposa (quando não há intenção de ferir).Na delegacia, o pagodeiro afirmou que o menino atravessou a rua atrás de uma pipa que estava caindo. Chorão foi levado ao posto do Instituto Médico-Legal para realizar exames toxicológico e de dosagem alcoólica. Ele pode escapar de responder a processo caso a família do menino não represente na delegacia pelo prosseguimento do caso, como determina a lei 9.099, para os delitos punidos com menos de 2 anos de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.