Reprodução| Facebook
Reprodução| Facebook

Pai é executado diante da filha em estacionamento de hipermercado no RS

Menina de quatro anos foi atingida no pescoço por um dos disparos

Luciano Nagel, especial para O Estado, O Estado de S.Paulo

21 Outubro 2016 | 09h30

PORTO ALEGRE - Um homem de 44 anos foi executado a tiros, no início da noite desta quinta-feira, 20, no estacionamento do hipermercado Zaffari, na zona sul de Porto Alegre. O crime aconteceu por volta das 18 horas, quando pelo menos três homens armados abordaram empresário Marcelo Oliveira Dias. A vítima estava acompanhada da filha, de apenas 4 anos de idade. Ambos estavam dentro de um veículo Peugeot branco.

De acordo com a Polícia Civil, os criminosos desembarcaram de um veículo Fiesta branco e dispararam cerca de 15 tiros. Ao menos oito balas teriam atingido o empresário, que morreu no local. Durante a ação, a filha foi baleada no pescoço e encaminhada ao Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre. 

Até o início da manhã desta sexta-feira, 21, o hospital não havia divulgado o estado de saúde da menina. Já o automóvel utilizado no crime foi apreendido, ainda na noite de quinta-feira, no bairro Belém Novo, zona sul da capital.

O delegado João Cesar Nazário, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), ressalta que, conforme as características do crime, a hipótese provável é de execução, já que não foi roubado nada da vítima e pelo fato ter ocorrido em local com muita movimentação, monitorado por câmeras de segurança.

Marcelo Oliveira Dias era proprietário da academia Acquativa, localizada na Avenida Juca Batista, na zona sul de Porto Alegre. O empresário era casado e não tinha antecedentes criminais. 

Mais conteúdo sobre:
Porto Alegre Rio Grande do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.