Pai e filha escapam de cativeiro

Aproveitando a distração de um dos integrantes de uma quadrilha de seqüestradores, pai e filha conseguiram, no final da tarde de ontem, fugir de um cativeiro no qual eram mantidos havia quase 24 horas, em uma chácara, no município de Itapecerica da Serra, na grande São Paulo.O crime teve início na noite de terça-feira, quando o pai, de 53 anos, a filha, de 25, e a esposa, donos de uma microempresa do ramo alimentício, saíam do local de trabalho, no Grajaú, extremo sul da capital paulista.Segundo policiais do 25º Batalhão, três homens e uma mulher, armados de pistolas, renderam a família e colocaram as três vítimas em um Fiat furgão. Pai, mãe e filha foram levados para uma chácara, na Estrada da Pedreira, em Itaquaciara, bairro rural de Itapecerica. Na manhã de ontem, a mãe foi liberada pelos bandidos com a incumbência de conseguir R$ 300 mil para que o marido e a filha fossem soltos.Por volta das 17h, aproveitando a distração do vigia do cativeiro, Geraldo Félix da Silva, 47, caseiro da chácara, pai e filha conseguiram fugir, pediram ajuda a vizinhos de Geraldo, que acionaram a polícia. O caseiro, mesmo alegando ter sido obrigado a ceder a casa a estranhos, sem saber a finalidade de tal exigência, acabou preso pelos policiais e foi levado do Distrito Policial de Itapecerica. Félix, o único detido até o momento, foi indiciado por seqüestro pela delegada Lizete Anchesche.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.