Pai e filho viram reféns de ladrões em SP

O comerciante Pedro Santana Alves, 52, dono de uma loja de confeções na Lapa, zona Oeste da capital, e o filho dele, um jovem de 21 anos, foram dominados por dois criminosos, que abordaram as vítimas no momento em que elas saíam de casa, no Parque Petrópolis, em Caieiras, município da grande São Paulo, por volta das 16h de ontem. Durante todo o tempo em que foram mantidos reféns dentro da própria casa, trancados no banheiro, pai e filho acabaram agredidos a coronhadas e ouviram ameaças de que teriam as mãos cortadas. "Fui assaltado desta forma pela primeira vez. A gente se sente humilhado, uma sensação de impotência muito grande. É horrível". desabafou o comerciante. A dupla fugiu com o carro da família, no qual foram levados um aparelho de som, um celular, quatro relógios e R$ 4.900,00. As duas vítimas tiveram de estourar o vidro do banheiro para saír de casa e acionar a polícia. Homens do 26º Batalhão, quatro horas depois localizaram o carro do comerciante ao lado de um matagal, na Estrada do Orlando Datro. O aparelho de som ainda estava no veículo. Ápós uma denúncia anônima feita à polícia por testemunhas, os bandidos, Wilton Galdino de Paula, 29, e Fábio Matias, 25, foram detidos ao lado de um caminhoneiro, com o qual pegavam uma carona. O motorista não sabia que a dupla estava fugindo da polícia. Os demais objetos roubados foram recuperados em poder dos bandidos, que ainda portavam um revólver calibre 38. A dupla foi indiciada por roubo qualificado na Delegacia de Franco da Rocha, cidade vizinha a Caieiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.