Pai é preso em flagrante por beijar filha na boca

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), de Franca, na região de Ribeirão Preto, investigará a partir desta quarta-feira o caso de um homem de 56 anos que foi preso em flagrante, na madrugada de sábado, por dar um beijo na boca da própria filha, de 6 anos. O beijo ocorreu diante de dois policiais militares, no Jardim Guanabara. Os policiais garantem que o beijo foi de língua, não de um pai para uma filha. O homem, indiciado por atentado violento ao pudor, foi preso e está na Cadeia da Guanabara.Os policiais militares foram acionados para atender uma briga familiar. No local, a avó da menina, de 80 anos, disse que o filho estaria embriagado e havia feito ameaças. Ele dormia e demorou-se a sair de seu quarto, onde estava com a filha. Depois que saiu, durante o interrogatório dos policiais ele deu um beijo na boca da filha. Os policiais estranharam e a avó da menina disse que esse ato tornou-se corriqueiro após a mãe abandoná-la e deixá-la para trás, há cerca de um ano. O homem foi levado para a delegacia, onde negou que beijara a filha como foi descrito pelos policiais.A investigação será comandada pela delegada Fabiana de Paula Faria, da DDM. Devido às informações da avó, de que a menina até reclamava de dores na região íntima, ainda no sábado ela foi examinada. Porém, o médico legista não confirmou qualquer violência sexual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.