Pai esquece filho no carro e bebê morre queimado de sol

Um bebê de 1 ano e 3 meses morreu com queimaduras causadas pelo sol após ter sido esquecido pelo pai dentro do carro. O administrador de empresas C., de 35 anos, que diariamente levava a filha de 9 anos à escola, o filho mais novo ao berçário e a mulher à estação do metrô, mudou sua rotina nesta quarta-feira, 12. Como a mulher estava atrasada, deixou-a primeiro antes de ir à academia em que trabalha, na zona norte. Ao fechar o carro, ele não percebeu que esquecera de deixar o filho no berçário.O administrador começou a passar mal, e sem saber o que era, decidiu procurar um hospital. Quando abriu o carro, encontrou o filho e tentou socorrê-lo. A criança já estava morta, com queimaduras causadas pelo sol. No 20º Distrito, no Tucuruvi, a mulher tentou consolar o marido. "Você sempre foi um bom pai. Foi uma fatalidade." O pai, que chorava desesperado, comoveu até os policiais. A polícia, que não prendeu o administrador, fez um boletim de ocorrência de homicídio culposo e vai apurar o caso em inquérito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.