Pai mata o filho após ser agredido em Ibiúna

O aposentado Rubens Pio Silvano, de 76 anos, matou seu filho, Reginaldo Xavier Silvano, de 36, com uma facada na noite de quarta-feira, em Ibiúna, a 70 quilômetros de São Paulo. Conforme contou à polícia, o aposentado reagiu às agressões do filho, que havia chegado em casa embriagado.Reginaldo era pedreiro, mas estava desempregado e fazia bicos. Sem condições de pagar o aluguel, passou a morar com os dois filhos pequenos na casa do pai, no bairro de CDHU, na periferia da cidade. Segundo Silvano, ele sempre chegava embriagado e, naquela noite, ao ser advertido pelo pai, empurrou-o e passou a espancá-lo. O aposentado, então, feriu o filho com uma faca. Reginaldo ainda saiu de casa e pediu ajuda aos vizinhos, ajudando a socorrer o filho. Ele foi levado ao Hospital Regional de Sorocaba, mas não resistiu à gravidade do ferimento. Silvano levou as duas crianças, que dormiam num quarto, para a casa de parentes e esperou a chegada da polícia. Ele entregou a faca aos policiais militares. O delegado da Polícia Civil Lincoln Amorim Kunisawa ouviu o aposentado e o liberou para que responda em liberdade pela acusação de homicídio. De acordo com o policial, existem muitas evidências de que o crime foi cometido em legítima defesa. Ele soube por vizinhos que não era a primeira vez que o filho agredia o pai em razão da embriaguez.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.