País é reeleito na Icao com pior votação

O Brasil obteve o pior desempenho da história na última eleição para o conselho da Organização de Aviação Civil Internacional (Icao, na sigla em inglês) - a agência da ONU encarregada de regular o setor em todo o mundo. Na votação realizada na semana passada, em Montreal, no Canadá, o País foi reeleito com 88% dos votos. ''''Sempre conseguimos unanimidade ou, no mínimo, 98% dos votos. Esse resultado é sinal de que desrespeitamos normas'''', diz um especialista em segurança de vôo. Na opinião de militares ouvidos pelo Estado, o desempenho abaixo do esperado está menos ligado à crise aérea e mais à divulgação de informações sigilosas dos acidentes da Gol e da TAM. O grupo 1, que o Brasil integra, é o de países com ''''importância capital no transporte aéreo''''. Nele ainda estão Alemanha, Austrália, Canadá, China, EUA, França, Itália, Japão e Reino Unido.

Bruno Tavares, O Estadao de S.Paulo

05 Outubro 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.