País registra atrasos em mais de 18% dos voos internacionais

Em Cumbica, 12 dos 59 voos tiveram atrasos de mais de 30 min; dois foram cancelados

Priscila Trindade, Central de Notícias

27 de dezembro de 2010 | 17h06

SÃO PAULO - Os aeroportos brasileiros registravam as 16 horas desta segunda-feira, 27, 18.6% de atrasos dos 118 voos internacionais previstos até o horário. Quatro partidas (3.4%) haviam sido canceladas, segundo boletim da Infraero. Parte dos atrasos e cancelamentos foram causados pela forte nevasca que prejudica o deslocamento nos Estados Unidos.

 

O pior cenário está no Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, onde 12 (20.3%) dos 59 voos sofreram atrasos superior a 30 minutos e dois (3.4%) foram cancelados.

 

A nevasca causou reflexos nas partidas e chegadas da TAM. Quatro voos foram cancelados hoje, sendo um de Guarulhos para Nova York e outros dois com saída de Nova York para Guarulhos, e um com chegada prevista no Galeão, no Rio de Janeiro.

 

Em nota, a empresa afirmou que "os demais voos da companhia de e para Nova York programados para a noite de hoje continuam confirmados até o momento, porém dependem da melhoria das condições meteorológicas". A TAM recomenda que os passageiros entrem em contato com a Central de Atendimento antes de se dirigirem ao aeroporto. Os números no Brasil são 4002-5700 (capitais) e 0800-570-5700 (demais localidades). Nos Estados Unidos, o telefone é 1 888 2FLYTAM.

 

A American Airlines informou que 171 voos - entre partidas e chegadas dos EUA - foram cancelados desde sábado, 25. Segundo a Continental Airlines, o voo programado para decolar as 23 horas de Guarulhos não foi remarcado. A United Airlines afirmou que nenhuma partida foi afetada pelo mau tempo nos Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.