Países buscam acordo para acelerar processos

Boni de Moraes Soares, coordenador-geral de Cooperação Jurídica Internacional do Departamento de Recuperação de Ativos, informou que cerca de 45% dos acordos de colaboração com outros países são relativos a demandas de caráter civil - ações sobre execução de valores, alimentos e comprovação de paternidade.

Fausto Macedo, O Estado de S.Paulo

02 de dezembro de 2010 | 00h00

"Temos tratado de matéria criminal já em vigor desde setembro de 2009", destacou. "Agora, estamos iniciando negociação para tratado em matéria civil para agilizar esse tipo de ocorrência."

Atualmente, Brasil e Suíça mantêm entendimentos sobre um caso efetivo, em curso perante a 2ª Vara de Família de Brasília. Boni Soares informou que o delegado Ricardo Saadi, diretor do DRCI, levou à Suíça proposta de tratado para agilizar procedimentos.

Saadi embarcou no fim de semana com essa missão. "A meta é tornar mais rápidos e claros os termos de um acordo para estabelecer padrões comuns de atendimento", disse Boni.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.