Países do Mercosul terão modelo único de placas de veículos

Nova placa, que deverá ser adotada até 2016, usará sequência de 2 letras, 3 números e 2 letras e facilitará a circulação nas aduanas

O Estado de S. Paulo

09 Outubro 2014 | 22h27

BRASÍLIA - Os cinco países do Mercosul passarão a ter um único modelo de placas para veículos, que deverá ser adotado obrigatoriamente a partir de 2016. O novo modelo usará uma sequência de duas letras, três números e duas letras e, segundo o Itamaraty, servirá para facilitar a circulação e a fiscalização nas aduanas e nos postos de fronteira entre os cinco países. 

A implementação da nova placa será gradual. Veículos que já rodam com a identificação antiga não precisarão mudar. Mas, a partir de janeiro de 2016, todos novos veículos receberão o modelo, assim como os que passarem por transferência.

A exceção será a Argentina, que já adotará a nova placa a partir do ano que vem. Isso porque o país esgota, em 2015, a combinação alfanumérica usada hoje. As novas placas serão brancas, com letras e números em preto. Acima dos caracteres, haverá uma faixa azul. No canto esquerdo, o símbolo do Mercosul. Do lado direito, a bandeira do país onde o veículo circula. 

Mais conteúdo sobre:
Mercosul

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.