Palácio 9 de Julho terá eficiência energética

Uma parceria entre a Assembleia Legislativa de São Paulo e a AES Eletropaulo resultará, a partir de amanhã, na modernização do sistema de refrigeração do Palácio 9 de Julho. Aparelhos de ar-condicionado de gabinetes e salas serão substituídos por um sistema mais moderno que deve proporcionar uma economia anual de 750 MWh, o equivalente a R$ 250 mil. O projeto de eficiência energética, que tem 18 meses de duração, prevê também a redução anual da emissão de 140 toneladas de CO2 na atmosfera.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.