Palocci levantou opiniões para o setor da saúde

Três dias antes do segundo turno eleitoral e com o cenário político e as pesquisas indicando vitória de Dilma Rousseff, o deputado Antonio Palocci (PT-SP) dedicou parte de seu dia a colher opiniões de dirigentes de entidades médicas sobre ações na saúde pública. Sempre incluído entre os nomes cotados para assumir o Ministério da Saúde, Palocci vem dizendo a interlocutores que não quer assumir a pasta.

Denise Madueño, O Estado de S.Paulo

07 Novembro 2010 | 00h00

Ele atribui ao ex-ministro

José Dirceu a veiculação de seu nome para o cargo. Dirceu teria interesse em afastar Palocci da órbita de influência de Dilma Rousseff para esvaziar o poder do ex-ministro da Fazenda.

Palocci foi um dos principais coordenadores da campanha de Dilma. Sem mandato a partir do próximo ano - ele não disputou nenhum cargo eletivo -, o petista é figura certa no primeiro escalão de Dilma. Ou na Esplanada ou na chamada "cozinha do Planalto".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.