Palocci levantou opiniões para o setor da saúde

Três dias antes do segundo turno eleitoral e com o cenário político e as pesquisas indicando vitória de Dilma Rousseff, o deputado Antonio Palocci (PT-SP) dedicou parte de seu dia a colher opiniões de dirigentes de entidades médicas sobre ações na saúde pública. Sempre incluído entre os nomes cotados para assumir o Ministério da Saúde, Palocci vem dizendo a interlocutores que não quer assumir a pasta.

Denise Madueño, O Estado de S.Paulo

07 de novembro de 2010 | 00h00

Ele atribui ao ex-ministro

José Dirceu a veiculação de seu nome para o cargo. Dirceu teria interesse em afastar Palocci da órbita de influência de Dilma Rousseff para esvaziar o poder do ex-ministro da Fazenda.

Palocci foi um dos principais coordenadores da campanha de Dilma. Sem mandato a partir do próximo ano - ele não disputou nenhum cargo eletivo -, o petista é figura certa no primeiro escalão de Dilma. Ou na Esplanada ou na chamada "cozinha do Planalto".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.