REUTERS/Pilar Olivares
REUTERS/Pilar Olivares

Pane faz avião da TAM retornar ao Rio após 2 horas de turbulência

Problema em voo com destino a Porto Alegre ocorreu logo depois da decolagem; passageiros tiveram de trocar de aeronave

Clarissa Thomé, O Estado de S. Paulo

07 de abril de 2015 | 17h17

RIO - Passageiros do voo da TAM, que saiu na noite de segunda-feira, 6, do Rio com destino a Porto Alegre (RS), passaram por um susto. O avião teve problemas técnicos e sobrevoou a capital fluminense por quase duas horas, em meio à forte turbulência. A aeronave retornou para o Aeroporto Tom Jobim e os passageiros seguiram viagem depois de mudar de avião. 

O problema ocorreu logo depois da decolagem. "O avião começou a subir, mas reparamos que não ganhava altitude. Passei a acompanhar as informações na tela e notei que em vez de subir, o avião começou a baixar", contou o bacharel em direito Abner Tomazelli, de 26 anos, que viajava com o pai e a namorada. O piloto anunciou, então, que a aeronave enfrentava "problemas na pressurização" da cabine. "Ele avisou que não era nada sério, mas teríamos que voltar. Só que o tanque estava cheio. Ele disse que precisaria 'queimar combustível' para chegar ao peso ideal para o pouso".


O piloto se dirigiu a Maricá, no Grande Rio, e sobrevoou a cidade por quase duas horas. Chovia forte na região. "Como ele não podia ganhar altitude, ficamos voando na altura das nuvens. Foram quase duas horas de turbulência. Tudo chacoalhando. Os passageiros ficaram muito nervosos", contou Tomazelli.

Em nota, a TAM informou que o voo JJ3811 voltou ao Tom Jobim "após a identificação de um problema operacional". "A aterrissagem aconteceu em total segurança à 0h13" . Os passageiros tiveram de trocar de avião e chegaram a Porto Alegre às 3h04. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.