Pão de Açúcar inaugura centros educacionais em SP

O Instituto Pão de Açúcar inaugurou hoje três centros educacionais - em Osasco, São Caetano e Capital - como parte da meta de investir R$ 6 milhões em projetos sociais em 2001. Outras duas unidades, uma no Rio de Janeiro e outra em Santos, foram abertas no último dia 26 e a expectativa do Instituto é de atender este ano em torno de 5.300 crianças e adolescentes de 7 a 18 anos, nos cinco centros. Segundo a vice-presidente de operações do Grupo Pão de Açúcar, Ana Maria Diniz, a empresa continuará investindo na área social. "Acreditamos que por meio da educação possamos ajudar este País", disse. Até 2002, mais dois centros devem ser abertos em São Paulo, no bairro de Santo Amaro, que fica na zona sul da cidade, e outro na zona leste.Na Casa Praça Ramos, inaugurada no final da tarde pela prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, pelo menos 420 crianças irão participar diariamente de algum dos cursos disponíveis por meio de projetos como Acorde para as Cordas - de ensino de instrumentos de cordas, e Um Passo a Mais - voltado a estudantes de 5ª a 8ª séries com o objetivo de ampliar o conhecimento das crianças.As instalações da unidade da Capital ocupam um andar do prédio do Extra Mappin, situado na Praça Ramos, no centro de São Paulo.As crianças que participam das atividades promovidas pelo Instituto são, em sua maioria, filhos de funcionários e de moradores de baixa renda das regiões onde estão situadas as unidades. Todos os estudantes passam por um processo seletivo que leva em conta, principalmente, a renda familiar. BelezuraAlém dos centros educacionais, o Grupo Pão de Açúcar inaugurou hoje também o novo projeto de iluminação externa da loja Extra Mappin para realçar as linhas arquitetônicas do prédio, construído há cerca de seis décadas. O projeto prevê ainda a retirada dos painéis publicitários. Segundo Marta Suplicy, a iniciativa colabora com projeto Belezura da prefeitura de embelezamento da parte histórica da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.