Andrew Caballero-Reynolds/AFP
Andrew Caballero-Reynolds/AFP

Papa diz ter intenção de voltar ao Brasil em 2017, diz arcebispo

D. Raymundo Damasceno Assis encontrou o papa neste domingo, no Sínodo da Família, e renovou o convite da vinda ao Brasil

O Estado de S. Paulo

12 Outubro 2015 | 15h42

O arcebispo de Aparecida, d. Raymundo Damasceno Assis, disse ontem à Rádio Vaticano que o papa Francisco reafirmou a intenção de voltar ao Brasil em 2017 durante a comemoração dos 300 anos do resgate da imagem de Nossa Senhora Aparecida das águas do Rio Paraíba do Sul. O sacerdote brasileiro encontrou o sumo pontífice no domingo, 11, pela manhã, em Roma, onde é um dos presidentes-delegados do Sínodo sobre a Família.  Neste ano, ele não participa das comemorações do Dia da Padroeira no País.

D. Raymundo renovou o convite ao papa durante o encontro. “O santo padre, é claro, deseja ir, como já o manifestou em outras oportunidade”, afirmou o cardeal à rádio. “Será realmente uma bênção muito grande para todo o Brasil a sua visita.”

O sacerdote brasileiro cobrou a promessa feita pela papa em 2013, quando visitou Aparecida em meio à Jornada Mundial da Juventude, realizado no Rio. “Eu lhe lembrei que ele havia feito esta promessa lá na Tribuna Papa Bento XVI, quando se despediu da multidão: ‘Até 2017!’. Ele falou: ‘Eu sei disso, me recordo desta minha expressão daquele dia e tenho este desejo muito sincero de voltar a visitar Aparecida, sobretudo nesta ocasião dos 300 anos, que é um acontecimento muito especial, muito singular para Aparecida e para todo o Brasil.”

Mais conteúdo sobre:
papa Francisco Brasil religião

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.