EFE/CLAUDIO PERI
EFE/CLAUDIO PERI

Papa Francisco almoça com moradores de rua no Dia Mundial dos Pobres

Cardápio oferecido era composto de lasanha, picadinho de frango com creme de cogumelos, batata assada, sobremesa, frutas e café

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de novembro de 2019 | 13h27

O Papa Francisco almoçou com cerca de 1.500 moradores de rua no Vaticano para celebrar o Dia Mundial dos Pobres neste domingo, 17.

O pontífice celebrou uma missa na Basílica de São Pedro dedica à conscientização sobre a pobreza no mundo. Francisco criticou a indiferença da sociedade aos mais desfavorecidos.

"Meus pensamentos vão para aqueles que promovem iniciativas de solidariedade para dar esperança concreta aos mais desfavorecidos", disse o papa na praça São Pedro, antes do almoço.

O papa lamentou que " a ganância de algumas pessoas ricas estão agravando o sofrimento dos pobres".

 

O Santo Padre chegou à sala Paulo VI às 12h20 (hora local) e sentou-se a mesa principal, de onde dirigiu algumas palavras aos presentes.

"Minhas boas-vindas a todos. Desejo que hoje o Senhor abençoe a todos nós: que Deus nos abençoe nesta reunião de amigos, neste almoço e também bênçãos às suas famílias. Que o Senhor abençoe a todos. Obrigado e bom almoço"

O almoço foi servido por 50 voluntários e colaboradores de associações de voluntariado. O menu oferecido era composto por: lasanha, picadinho de frango com creme de cogumelos, batata assada, sobremesa, frutas e café. 

O papa Francisco entregou aos presentes e às associações mais de 1500 bolsas contendo um quilo de massa./ Com AFP e Vaticans News       

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.