Opus Dei/Divulgação
Opus Dei/Divulgação

Papa Francisco nomeia monsenhor Fernando Ocáriz prelado da Opus Dei

Franco-espanhol de 72 anos está na instituição desde 1994 e substitui monsenhor Javier Echevarría, que morreu em dezembro

O Estado de S.Paulo

24 Janeiro 2017 | 08h59

CIDADE DO VATICANO - O papa Francisco nomeou nesta segunda-feira, 23, o monsenhor Fernando Ocáriz Braña, de 72 anos, prelado da Opus Dei. O pontífice confirmou a eleição realizada pelo terceiro congresso eletivo da Prelazia no mesmo dia.

Com a nomeação, o monsenhor Ocáriz, que até então era vigário auxiliar, virou o terceiro sucessor de José María Escrivá, fundador da Opus Dei, após a morte do monsenhor Javier Echevarría, em 12 de dezembro.

Ocáriz nasceu em Paris, em 27 de outubro de 1944, filho de família espanhola exilada na França por causa da Guerra Civil Espanhola (1936-1939). Ele é o filho mais novo de oito irmãos.

O monsenhor é licenciado em Ciências Físicas pela Universidade de Barcelona (1966) e em Teologia pela Pontifícia Universidade Lateranense (1969). Ele obteve o doutorado em Teologia em 1971 na Universidade de Navarra. No mesmo ano, foi ordenado sacerdote.

De acordo com a Opus Dei, em seus primeiros anos como presbítero, Ocáriz se dedicou especialmente à Pastoral Juvenil e Universitária. 

Desde 1994 é vigário geral da Opus Dei e, em 2014, foi nomeado vigário auxiliar da Prelazia. Durante os últimos 22 anos acompanhou o prelado anterior, monsenhor Echevarría, em suas visitas pastorais a mais de 70 países. Nos anos 1960, quando era estudante de Teologia, conviveu em Roma com o fundador da Opus Dei. Desde jovem, é aficionado por tênis, esporte que pratica até hoje.

Nos próximos dias, o novo prelado vai propor aos congressistas os nomes de seus vigários, além dos demais novos membros dos conselhos que o auxiliarão durante os próximos oito anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.