Vincenzo Pinto/AFP
Vincenzo Pinto/AFP

Papa Francisco pede menos consumismo e mais esforço pela paz

Em missa de ano-novo, o papa argentino pediu menos "conversas vazias" e acolhimento a imigrantes e refugiados

O Estado de S.Paulo

01 Janeiro 2018 | 10h42

CIDADE DO VATICANO - O papa Francisco aconselhou aos fieis nesta segunda-feira, 1º, que abandonem a "bagagem inútil" da vida em 2018 e evitem a "banalidade do consumismo e as conversas vazias". O pontífice refletiu sobre o verdadeiro significado da vida durante a missa de Ano Novo realizada na Basílica de San Pedro.

+++ Papa Francisco destaca a disputa por Jerusalém em mensagem de Natal

Diante de um público de 40 mil pessoas, o papa pediu foco na construção de um mundo pacífico e acolhedor, em especial para refugiados e imigrantes. No Dia Mundial da Paz, Francisco ressaltou que o esforço deve ser voltado na busca da paz para aqueles que vivem em regiões de conflito.

+++ Papa pede paz para conflitos do mundo e libertação de reféns

A receita do papa para chegar ao essencial também inclui realizar um momento de silêncio diário para se estar com Deus. Fazer isso ajudaria a "evitar que nossa liberdade se veja corroída pela banalidade do consumismo, pelo estrondo dos comerciais, pela torrente de palavras vazias e por ondas avassaladoras de conversas vazias e gritos", segundo o papa.

Francisco recomendou aos fiéis que deixem para trás "todo tipo de bagagem inútil para redescobrir o que realmente importa" e começar de novo. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.