Fabio Frustaci/ EFE
Fabio Frustaci/ EFE

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Papa Francisco repreende com tapas na mão mulher que o puxou pelo braço

Situação se deu no momento em que ele deixava a Basílica de São Pedro após a realização da última missa de 2019; veja

Redação, O Estado de S. Paulo

01 de janeiro de 2020 | 00h28

CIDADE DO VATICANO - O Papa Francisco repreendeu na última terça-feira, 31, uma mulher que o agarrou inesperadamente pelo braço, enquanto ele cumprimentava alguns fiéis durante rápida visita à Praça São Pedro, no Vaticano, depois de ter celebrado a última missa do ano.

A moça, com traços asiáticos, pode ser vista no vídeo ao lado de outros fiéis, que esperavam pelo cumprimento do papa. Ela estava atrás das barreiras de segurança quando avistou Francisco vindo em sua direção. Subitamente, ela o agarra pela mão e o puxa em sua direção.

Assustado, Francisco imediatamente tentou se livrar da situação, puxando seu braço com força até conseguir se soltar do aperto. Os seguranças vieram logo em seguida, mas não precisaram intervir. O papa, que é sempre visto de bom humor, ficou visivelmente irritado e repreendeu o gesto da moça com seguidos tapas em sua mão. Veja no vídeo logo abaixo:

De passagem após oficializar a última missa do ano, que foi a primeira da véspera da solenidade de Maria Santíssima Mãe de Deus e que também teve como intuito agradecer pelo ano de 2019, Francisco seguiu seu caminho em direção a árvore e o Portal de Belém. As duas obras estão instaladas exatamente na Praça São Pedro e foram elaboradas especialmente para o período do Natal./ EFE

 

Tudo o que sabemos sobre:
Vaticano [Europa]Papa Francisco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.