Fábio Motta/Estadão, Alessandro Bianchi/Reuters e JF Diório/Estadão
Fábio Motta/Estadão, Alessandro Bianchi/Reuters e JF Diório/Estadão

Papa Francisco recebe Haddad, Paes e outros prefeitos no Vaticano

Representantes de cidades de 12 países se reunirão com pontífice para debater questões como escravidão e mudanças climáticas

Felipe Resk, O Estado de S. Paulo

16 de julho de 2015 | 11h05

SÃO PAULO - O papa Francisco receberá na próxima semana governantes de várias cidades do mundo para discutir o comprometimento dos municípios com questões envolvendo escravidão moderna e mudanças climáticas. Entre os convidados, estão o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB).

O convite para visitar o Vaticano e participar do seminário sobre o tema é assinado pelo monsenhor Marcelo Sanches Sorondo, do Sacro Colégio Romano. Os prefeitos também devem vão fazer uma exposição direta para o papa na próxima terça-feira, 22.

Além dos brasileiros, foram convidados os prefeitos de Nova York e Nova Orleans, nos Estados Unidos; Bogotá, na Colômbia; Roma e Turim, na Itália; Paris, na França; Oslo, na Noruega; Estocolmo, na Suécia; Bristol, no Reino Unido; Varsóvia, na Polônia; Cochim, na Índia; Teerã, no Irã; e Seul, na Coreia do Sul; além do governador da Califórnia, Jerry Brown.

Haddad, que viaja para o Vaticano no domingo, 19, classificou o seminário como "muito importante para os prefeitos". Segundo afirma, mostra um "envolvimento" do papa Francisco com o tema da vida urbana. "Qualidade de vida, sustentabilidade e equalização das oportunidades. São as preocupações que o papa tem revelado nos seus discursos", disse Haddad nesta quarta-feira, 15.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.