Papa terá encontro com menores infratores na visita ao Brasil

Jovens serão escolhidos por um juiz da Vara de Infância e Adolescência; pontífice estará no País entre os dias 22 e 28 de julho, durante a Jornada Mundial da Juventude, no Rio

Luciana Nunes Leal, O Estado de S. Paulo

07 Maio 2013 | 13h30

RIO - O papa Francisco, durante a viagem ao Rio, terá um encontro com menores infratores que estão em uma instituição de acolhimento. O arcebispo do Rio de Janeiro, d. Tempesta, presidente do Comitê Organizador Local da Jornada Mundial da Juventude, disse na manhã desta terça-feira, 7, que os jovens serão escolhidos por um juiz da Vara de Infância e Adolescência e que o magistrado também estará presente no encontro, que acontecerá no Palácio São Joaquim, na Glória, zona sul do Rio.

O papa também deverá ouvir o relato de um jovem dependente de drogas, durante a visita que fará ao hospital de São Francisco, na Usina, zona norte, onde vai inaugurar um centro de atendimentos a dependentes químicos. O pontífice também conversará com pessoas que trabalham no atendimento aos que tentam se livrar do vício.

Estão previstos pelo menos três deslocamentos do papa no papamóvel. Dois na praia de Copacabana, entre o Forte e a praça do Lido; e um entre o aeroporto Santos Dumont ou o Palácio São Joaquim até o Palácio Guanabara.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.