Para Aécio, dizer que Lula sabia ou não do dossiê seria leviandade

O governador e candidato à reeleição em Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), disse, na manhã desta quarta-feira, 20, que seria uma "leviandade" afirmar que o presidente Lula sabia ou não que o PT tentava negociar um dossiê contra o PSDB, mas que interessa sobretudo à Lula que o episódio seja esclarecido."Ao próprio presidente interessa que a origem dos recursos seja esclarecida. Temos que ter a serenidade necessária para aguardar as explicações, mas isso não deve ser adiado para depois das eleições", disse.Aécio considera o episódio do dossiê "extremamente grave" e disse que o escândalo mostra que "o PT é um partido despreparado para o poder e para as grandes questões do País".Sobre a atuação da PF no episódio, ele afirmou que "a Polícia Federal tem crédito e pode mostrar (neste episódio) que não serve a governos, mas ao País".Aécio fez as declarações ao chegar para o lançamento do programa de governo do candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, na Marina da Glória, no Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.