Para Alckmin, apoio de Lúcio Alcântara a Lula é fofoca

O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, procurou minimizar nesta segunda-feira, 21, o fato de o governador do Ceará, Lúcio Alcântara (PSDB), candidato à reeleição, ter declarado apoio ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante o horário eleitoral gratuito na TV. "As pessoas gostam de uma fofoca. Não vou maximizar uma coisa tão pequena", disse. Em seguida, insistiu "que cada um faz a campanha que acha que deve fazer". "Minha mensagem é com o povo brasileiro".No segundo compromisso público do dia, uma caminhada pelas ruas do Brás, reduto de comerciantes de roupas de São Paulo, Alckmin disse que, se eleito, vai dar mais atenção ao setor militar. "Nós vamos recuperar as Forças Armadas e fazer um trabalho com o Exército, a Marinha, a Aeronáutica e com a Polícia Federal", afirmou.Segundo ele, o importante controlar, enfrentar e diminuir o tráfico de drogas, o contrabando de armas e a lavagem de dinheiro. "Se trabalharmos assim, vamos estar agindo nas causas", disse. O presidenciável tucano se encontra, nesta terça-feira, 22, no Rio de Janeiro, com representantes das Forças Armadas para tratar da questão da segurança nacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.