Para Alencar, o Brasil não deve fazer aventuras e experiências

O vice-presidente José Alencar disse nesta quarta-feira, ao visitar o comitê da campanha da reeleição, em Brasília, que o Brasil não está mais no tempo de fazer aventuras e experiências. Questionado se estava se referindo ao candidato da coligação PSDB/PF, Geraldo Alckmin, Alencar afirmou que não queria personalizar a declaração. "Nunca abri a boca para citar qualquer adversário político", alegou o vice, que novamente faz dobradinha com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Eu os respeito e espero que eles me respeitem".Sempre defendendo Lula, apesar de repetir que tem "ojeriza" pelas altas taxas de juros como instrumento de combate à inflação, Alencar disse que é hora dos eleitores perceberem que o Brasil "fez por merecer" um novo tempo de crescimento. "E quem está preparado para isso é o governo que deu essas condições ao País", pregou.Alencar citou as comissões parlamentares de inquérito realizadas nosúltimos meses para afirmar que o presidente não foi atingido. "Mas tudo o que foi feito mostra que o governo Lula não é um governo blindado", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.