Para Anac, carnaval tem menos atrasos do que réveillon

A Ocean Air foi a companhia aérea que apresentou maior índice de atrasos nos últimos 10 dias

Paulo R. Zulino, estadao.com.br

07 de fevereiro de 2008 | 11h58

A assessoria de imprensa da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) divulgou nesta quinta-feira, 7, um balanço da Operação Carnaval 2008 nos principais aeroportos do País. Segundo a empresa, os números revelaram um quadro positivo, com redução gradual no número de atrasos, na comparação com os mais recentes períodos de grande movimentação nos aeroportos - Natal e Réveillon.  Na quarta-feira de Cinzas, quando a Anac começou a segunda etapa da Operação Carnaval, incluindo os aeroportos de Salvador, Recife, Florianópolis, Fortaleza e Natal, o índice de atrasos de mais de uma hora em todo o País era de apenas 3,4%, às 18 horas. De acordo com os dados diários divulgados pela Infraero, nos últimos 10 dias, entre 28 de janeiro e 6 de fevereiro, cerca de 8% dos vôos em todo o País apresentaram atrasos de mais de uma hora. Esse índice representa uma melhora em comparação com o período de Natal e Réveillon, quando cerca de 11% dos vôos, em média, tiveram atrasos superiores a um hora, mas ainda está aquém do desejável. A Ocean Air foi a companhia aérea que apresentou maior índice de atrasos nos últimos 10 dias, de acordo com os números divulgados pela Infraero - média de 27% dos vôos da empresa. Em segundo lugar veio a Gol, com uma média de 7% de seus vôos com atrasos de mais de uma hora, seguida por Varig (6%) e TAM (5%). A Ocean Air já havia sido a empresa que apresentara mais irregularidades no balanço preliminar da Operação Hora Certa. Além disso, no período de fim de ano, a companhia teve a maior média de vôos com atrasos acima de 1 hora - 35%.

Tudo o que sabemos sobre:
aviaçãoCarnaval 2008aeroportos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.