Para cobrar dívida, homem faz reféns em Brasília

Armado, homem mantém a mãe de devedor como refém desde a madrugada, para cobrar R$ 42

Agência Estado,

21 Fevereiro 2009 | 12h53

Para cobrar uma dívida de R$ 42, Beijamiro Emídio de Jesus, de 42 anos, invadiu na madrugada de uma casa em Samambaia, no Distrito Federal, e manteve quatro pessoas como reféns, todos integrantes de uma família. Três das vítimas foram liberadas no início desta manhã. Ana Lúcia Amador da Silva, de 62 anos, mãe do suposto devedor de Jesus, porém, até as 12 horas não havia sido liberada.   No início da manhã, 112 homens da Polícia Militar mantinham o local isolado. Nas negociações, feitas por telefone, Jesus pediu a presença de uma psicóloga no local.   A invasão da casa ocorreu na madrugada, poucas horas depois de Jesus encontrar-se com o filho de Ana Lúcia em um bar. Armado com uma arma e uma faca, ele exigiu o pagamento da dívida. Os reféns liberados afirmaram que Jesus estava agitado, mas não havia ferido ninguém.   A irmã de Jesus foi até o local onde o irmão mantinha Ana Lúcia como refém para ajudar nas negociações. De acordo com ela, o irmão já havia respondido a processos por crimes de homicídio e roubo.

Mais conteúdo sobre:
brasíliaviolênciarefém

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.