Para engravidar, mulher seqüestra e mata criança

Uma mulher, identificada como S., foi presa em flagrante, em Ouro Preto (MG), acusada de seqüestrar duas irmãs, de 10 e 11 anos, para praticar um ritual de magia negra com o objetivo de engravidar. Segundo a polícia, a acusada confessou, em depoimento, que já havia matado uma menina de 13 anos em outubro, em outro ritual. O corpo da vítima foi queimado posteriormente. A polícia acredita que seja a mesma criança encontrada carbonizada na cidade no dia 20 de outubro, até então não identificada.O marido de S., E.A.C., também estaria envolvido nos dois crimes, mas conseguiu fugir antes da prisão. O irmão de E. denunciou o casal. A mulher confessou que a menina foi estrangulada por ela e o corpo foi carbonizado pelo marido. S. não conseguia engravidar e o casal procurou uma vidente, que os teria orientado a matar uma criança para conseguir ter um filho. Como ela não engravidou, o casal decidiu repetir o ritual - dessa vez matariam duas meninas. As irmãs passaram por exames de corpo delito e não foram encontrados sinais de crime sexual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.