Reprodução
Reprodução

Para fugir de disparos, homem corre para dentro de sacristia no RN

Houve tumulto em igreja na cidade de Almino Afonso; padre pediu calma aos fiéis

Anna Dantas, Especial para O Estado

19 Setembro 2016 | 16h08

NATAL - Uma sacristia da igreja da pequena cidade de Almino Afonso, distante 340 quilômetros de Natal e com 4,8 mil habitantes, foi usada como esconderijo para um homem, que se viu ameaçado por bandidos. O fato ocorreu na noite desse domingo. 

O homem, para fugir de dois atiradores, correu para dentro da igreja. O fato foi filmado porque naquele momento estava ocorrendo uma celebração religiosa da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, com transmissão ao vivo em uma rede social. O vídeo mostra o padre pedindo calma aos fiéis.

O homem, que chegou a ser atingido no braço, é Francisco das Chagas Brito, 23 anos. Ele chegava com a esposa e um filho para participar das festividades do padroeiro da cidade quando foi abordado por dois supostos inimigos que começaram a atirar, enquanto a vítima corria para sacristia da igreja.

A polícia local já identificou que os atiradores são dois irmãos. Em depoimento, Francisco das Chagas Brito disse que não sabe os motivos dos disparos porque “nunca teve nenhuma diferença” com os homens. Mas confirmou que um dos criminosos tentou matar um irmão dele, “há alguns meses em um bar da cidade”.

Mais conteúdo sobre:
NATALAlmino Afonso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.