Para internautas, Cardozo ignora responsabilidade ao criticar sistema prisional

Ministro da Justiça disse que preferia morrer ao ir para alguns presídios do Brasil

14 Novembro 2012 | 09h11

SÃO PAULO - A declaração do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que, em palestra a empresários em São Paulo, disse preferir a morte a cumprir pena no País, repercutiu entre os internautas. A maioria criticou o ministro.

Parte expressiva das pessoas que se manifestaram sobre o tema no Twitter lembraram que o PT, partido do atual ministro, está na presidência desde 2003. Muitos cobraram de Cardozo e do governo federal ações de direitos humanos nas cadeias brasileiras.

"Temos um sistema prisional medieval, que não só desrespeita os direitos humanos como também não possibilita a reinserção", afirmou o ministro durante evento organizado pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide) em São Paulo nesta terça-feira, 13.

Mais conteúdo sobre:
Ministro da Justiça

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.