Para Marta, combate à violência depende de mudança na economia

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT) descartou na noite desta sexta-feira, durante encontro de prefeitos da região metropolitana de São Paulo no mutirão contra a violência, promovido pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, a possibilidade de reduzir substancialmente a violência urbana apenas com medidas tomadas no âmbito das prefeituras ou da ação da polícia.?Enquanto não se alterar o rumo da economia, não se distribuir renda e não se retomar o desenvolvimento, essas ações pontuais na área de segurança, funcionarão apenas como paliativos?, disse. ?O quadro de violência é sintoma de uma sociedade doente, vitimada pelo modelo econômico que vem vigorando no País nos últimos 10 anos?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.