Para Polícia Federal, eleição está ´muito tranquila´

O chefe da Divisão de Assuntos Sociais e Políticos da Polícia Federal, delegado Lázaro Moreira da Silva, fez o primeiro balanço da eleição, que, segundo ele, está "muito tranqüila". Moreira informou que houve incidentes em apenas dois Estados. No Pará, foram registradas sete ocorrências, todas por boca de urna e foram detidas 14 pessoas. Elas responderão a processos por crime eleitoral e estão sujeitos a penas de seis meses a um ano de prisão, mais multa que pode variar de R$ 5,3 mil a R$ 15,9 mil.No Maranhão, houve uma ocorrência por distribuição de quentinhas e outra por distribuição de vale-combustível. Nos Estados onde houve eleição só para presidente não houve nenhuma ocorrência. Há notícias de que houve irregularidades em Goiás e na Paraíba, mas a denúncia não foi formalizada na Polícia Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.