Para Quércia, Serra não tem envolvimento com os sanguessugas

O candidato do PMDB ao governo de São Paulo, Orestes Quércia, defendeu seu adversário tucano, José Serra, de qualquer envolvimento com a máfia das sanguessugas, nesta sexta-feira, 4, em Sorocaba. "Eu acho que o Serra é uma pessoa séria", disse.Quércia disse também que a divulgação de fotos do ex-ministro da Saúde numa cerimônia de entrega de ambulâncias em Mato Grosso, em maio de 2001, pode ter finalidade política. Na cerimônia, Serra aparece ao lado de deputados apontados como envolvidos no esquema. "O PT vai usar muito essa coisa do Serra porque política é assim, mas ele é uma pessoa séria", disse. O ex-governador defendeu maior facilidade para a abertura de comissões de inquérito na Assembléia Legislativa de São Paulo para investigar o governo estadual. "É um direito do parlamentar. Eu nunca impedi CPI no meu governo", disse, acrescentando que se a CPI das Sanguessugas achar que Serra deva dar alguma explicação, deveria convocá-lo, pois "ele já se prontificou a explicar".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.