Para Sarney, apagão mostra 'fragilidade' do sistema elétrico

'O que se discute atualmente é passarmos para uma nova etapa de consumo de energia', afirmou senador

estadao.com.br, com informações da Agência Senado,

11 Novembro 2009 | 11h31

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), disse nesta quarta-feira ser mais provável que o apagão que atingiu 12 Estados e parte do Paraguai, na noite da última terça-feira, 10, seja fruto de fragilidade de um sistema elétrico que precisa ter uma concepção mais moderna. "Acho que isso mostra certa fragilidade do sistema, principalmente se tratando de uma hidrelétrica como Itaipu, que oferece uma das tecnologias mais avançadas do mundo."

 

Veja também

linkPaulo Bernardo nega relação entre apagão e mau tempo

linkNão há problema na geração de energia, diz Itaipu

linkInstabilidade não atingiu Itaipu, diz meteorologista

linkFurnas diz que não teve danos em torres de transmissão

linkCurto circuito em SP teria desencadeado o apagão

linkConfira a situação do trânsito em SP pós-blecaute

listaConheça o histórico dos grandes apagões brasileiros

mais imagensImagens do blecaute que atingiu o Brasil

blogTUTTY: você prefere apagão, tiroteio ou enchente?

listaLeia a cobertura completa sobre o blecaute

 

Mesmo dizendo não dispor de informações oficiais sobre as razões do apagão, Sarney destacou reportagem veiculada por revista econômica, segunda a qual um moderno sistema elétrico implica numa política em que consumidores devem se esforçar para poupar energia e as companhias elétricas trabalhar para romper o antigo cicloprodutor-transmissor-consumidor.

 

"O que se discute atualmente é passarmos para uma nova etapa em matéria de tecnologia, de consumo de energia, do sistema elétrico como um todo, como já existe na Europa hoje. O enfoque não deve ser somente na produção de energia, mas também em relação ao consumo, às formas de consumo, a equipamentos mais modernos. Deve-se otimizar o sistema", frisou.

 

Questionado se haveria risco de sabotagem, o presidente do Senado disse: "Não, acho que deve ter sido algum problema técnico, porque o Brasil não tem nenhum ambiente atual para qualquer medida dessa natureza. Acho que isso é apenas um acidente mesmo. Raro, não é? Ultimamente nós não temos tido fato dessa natureza".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.