Para secretário, internos se "autoflagelam"

Internos da Fundação Estadual para o Bem-Estar do Menor (Febem) de São Paulo estão se "autoflagelando" para denunciar a prática de tortura e maus-tratos nas unidades que abrigam menores infratores. A acusação é do secretário da Assistência e Desenvolvimento Social Edson Ortega, que prestou depoimento ontem na Comissão de Direitos Humanos da Câmara sobre a situação da Febem de Franco da Rocha (SP), onde houve, na semana passada, uma rebelião que causou a morte de um monitor e deixou dezenas de feridos."Já tivemos casos comprovados de autoflagelação entre os internos", disse Ortega. A afirmação do secretário, feita após depor na Câmara, foi uma tentativa de negar a existência de maus-tratos e tortura na unidade da Febem de Franco da Rocha, visitada na semana passada por deputados da Comissão de Direitos Humanos. A comitiva de deputados, liderada pelo presidente da comissão, deputado Marcos Rolim (PT-SP), colheu depoimentos de internos e tirou fotos de vários deles com marcas de tortura.Leia Mais

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.