Paraguai prende dois traficantes brasileiros

A polícia paraguaia prendeu os traficantes brasileiros José Vilanova Cavalcante e Jonathan Gimenes sexta-feira à noite em Pedro Juan Caballero, que faz fronteira com Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. Eles estavam hospedados num hotel no centro da cidade e não resistiram à ordem de prisão dos agentes da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) do Paraguai. A operação foi comandada por um promotor e um juiz paraguaios.A identidade dos dois traficantes foi confirmada pela Polícia Federal brasileira, que, segundo o jornal ABC Color, de Assunção, os considera ?peixes gordos? do tráfico internacional de drogas. Cavalcante, também conhecido por ?Bito?, é piloto e apontado como membro da quadrilha chefiada por Fernando Beira-Mar, preso na penitenciária federal de Catanduvas. Havia contra ele uma ordem de prisão expedida pelo juiz federal Odilon de Oliveira, de Campo Grande, pelo transporte de 600 quilos de cocaína.Gimenes, também conhecido por ?Cabeça?, é igualmente procurado pela Justiça brasileira. Os dois foram levados na tarde de sábado para a sede da Senad em Assunção, onde aguardarão o pedido de extradição. A prisão dos dois brasileiros é a primeira desde a inauguração, em 22 de agosto, de uma base da Senad em Pedro Juan Caballero financiada pelo governo norte-americano. Segundo o juiz Odilon Oliveira, essa base está sendo utilizada também pelos agentes da DEA, a polícia antidrogas dos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.