Paraná decide hoje se ex-deputado vai a júri por acidente de carro em 2009

Em 2009, Carli Filho atropelou dois jovens em Curitiba; ele confessou ter tomado vinho antes de dirigir

Priscila Trindade, estadão.com.br

16 de junho de 2011 | 12h43

SÃO PAULO - A Justiça do Paraná decide nesta quinta-feira, 16, se o ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho, de 27 anos, irá a júri popular pelo atropelamento e morte de Gilmar Rafael Yared, de 26 anos, e Carlos Murilo de Almeida, de 20 anos. A sessão está prevista para começar as 13h30.

 

Em janeiro deste ano, a 2º Vara do Tribunal de Júri decidiu que o caso fosse julgado em júri popular, mas a defesa dele entrou com recuso.

 

Em maio de 2009, Carli Filho se envolveu em um acidente, em Curitiba. Duas pessoas morreram. O ex-deputado confessou que havia tomado vinho antes de dirigir. Segundo laudo do Instituto de Criminalística (IC), ele estava a uma velocidade entre 161 e 173 km/h. O político também estava com a carteira suspensa, com mais de 130 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.