Parente diz ainda ter ''saldo'' de dois meses de folga

A primeira licença de Marcos Parente, de 40 dias, foi de 17 de janeiro a 25 de fevereiro. Ele, então, emendou outra licença, de 30 dias. Um dia depois, em 28 de março, começou a terceira licença, de 30 dias, até 26 de abril.

, O Estado de S.Paulo

14 de agosto de 2010 | 00h00

No dia seguinte, Parente obteve a quarta licença para tratar da saúde de 27 de abril a 21 de maio. Já na segunda-feira, dia 24, iniciou a quinta licença médica, de 5 dias. O servidor lembra que ainda tem "um saldo" de dois meses de folga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.