Parentes de presos ouvem tiroteio em Franco da Rocha

Os presos da Penitenciária 2 de Franco da Rocha, na Grande São Paulo, que estão rebelados desde às 14h15 desta quinta-feira, 27, continuam mantendo 33 agentes penitenciários como reféns. De acordo com a Rádio Eldorado AM, parentes de presos que estão no local para entregar os chamados "jumbos", kits com alimentos e produtos de higiene, disseram que houve um tiroteio no começo do motim, informação que não foi confirmada pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).Segundo a SAP, o motim foi provocado por uma tentativa de fuga frustrada. O diretor da unidade está tentando negociar com os detentos. A Penitenciária 2 tem capacidade para 852 presos, mas abriga 1.276.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.