Parentes de vítimas pedem vôos mais seguros a Jobim

Ministro da Defesa promete que na semana que vem anunciará medidas com relação à Anac

Elizabeth Lopes, da Agência Estado,

16 de agosto de 2007 | 19h19

A reunião dos familiares das vítimas do vôo 3054 da TAM com o ministro da Defesa, Nelson Jobim, e o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), teve como uma das principais reivindicações o aumento da segurança dos vôos do País para que não ocorram outras tragédias. No encontro, realizado nesta quinta-feira, 16, o ministro Jobim prometeu aos familiares das vítimas que na semana que vem anunciará medidas com relação à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), em razão das críticas que a agência vem sofrendo. Essas informações foram repassadas para a imprensa pelo administrador Luiz Fernando Moisés, marido de uma das vítimas do vôo. Segundo ele, 23 minutos da gravação da caixa-preta foram apagados e eles querem saber o porquê que isso ocorreu. Os parentes também desejam uma solução rápida para a questão das indenizações. Moisés reclamou ainda que os familiares não estão recebendo a devida atenção da TAM. "Na minha opinião está havendo um descaso conosco. E acreditamos que não precisamos procurar um advogado para receber o seguro obrigatório", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Vôo 3054Nelson Jobim

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.