Parentes querem adiar reconstituição do crime dos Staheli

O advogado da família Staheli, João Mestieri, pediu hoje o adiamento da reconstituição do assassinato do casal Zera Todd e Michelle Staheli, marcado para quarta-feira. Os dois foram mortos a golpes enquanto dormiam, num crime misterioso, ocorrido há uma semana. Segundo o advogado, os filhos de 10 e 13 anos não têm condições de comparecer na casa para a reconstituição. ?Seria reviver a tragédia. Não vejo motivo para isso.?, disse Mestieri. O delegado responsável pelo caso, José Renato Torres, considera fundamental a presença dos filhos do casal na reconstituição. Na segunda-feira, haverá uma reunião entre as partes para se chegar a uma definição sobre o assunto.Para ler mais sobre o crime na Barra da Tijuca: » Morre Michelle Staheli, a mulher do executivo » Filhos do casal terão que prestar depoimento » Depoimento da filha mais velha tem contradições, diz secretário » Morte cerebral de Michelle Staheli é "questão de tempo" » Situação de Michelle Staheli é "extrema", diz boletim » Polícia quer impedir que filha de executivo deixe o País » Mercado não acredita em ameaças ao executivo americano » Estado da mulher do executivo choca os parentes » Parentes do casal americano chegam ao Rio » Empresário americano podia estar sendo ameaçado

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.